terça-feira, 3 de maio de 2016

#DDLDD (Dica de Livro do Dia) | Retrospectiva de Abril - 2016


Fala povo mio, como estão? Sim, você não esta doido, se você esta acompanhando, percebeu que este post esta atrasado, costumo postar dia um ou dois no inicio do mês, mais acabei esquecendo, sim, foi um erro, mais foi o ultimo. Mais de repente você caiu de paraquedas aqui no blog, e não sabe do que eu estou falando, então, calma, que eu explico. 

DDLDD é uma abreviação de Dica de Livro do Dia, que é postado semanalmente no meu instagram, então, sim, você pode ver todas essas dicas, de antemão por lá:  www.instagram.com/dannyro17, mas, para quem gosta de ler pelo blog as resenhas, faço um post mensalmente com todas as resenhas que estão por lá, e esse post aqui que você esta lendo, é a retrospectiva do mês de Abril, por isso agora que você já sabe o que é DDLDD, vamos a retrospectiva. 


Percy Jackson e os Deuses Gregos - Rick Riordan

Sobre o que é o livro: O livro é cheio de histórias sobre mitologia, tio Rick, com toda a sua inteligência e seu amplo conhecimento sobre os mitos gregos, trás Percy falando sobre todos os deuses mais importantes da mitologia. De forma irônica e bem hilária, Percy fala sobre os seus "tios" e sobre o "pai", contando desde o início como tudo aconteceu segundo a mitologia. São histórias bem diferentes, por exemplo como surgiu a Menta, como surgiu a oliveira e todas as outras coisas.

Minha opinião: Para quem gosta de mitologia grega, é um prato cheio. Eu honestamente relembrei de muita coisa que eu já sabia, e outras coisas que nunca aprendi no colégio, acredito que é um livro que deveria estar nas escolas e em todo quanto é lugar, para que os alunos aprendessem sobre a mitologia grega.


Onde Comprar: Livrarias Curitiba, Saraiva e Livrarias Cultura.


A Cabana - William P. Young

Sobre o que é o livro: Um dia você esta em casa, a temperatura lá fora só cai, e recebe um bilhete na caixa do correio, pedindo que visite uma cabana em que um momento trágico da sua vida aconteceu, esse bilhete foi especificamente mandado por Deus. O que você faria? É nesse ponto da vida que se encontra Mack logo no inicio do livro, ele é convidado especialmente por Deus para fazer uma visita a cabana, em que anos antes resquícios de um assassinato de sua filha de 6 anos, Missy, foram encontrados.

Minha opinião: Vocês provavelmente vão sentir falta de uma resenha mais explicativa sobre o livro, como eu costumo fazer, já disse que apenas 3 livros me deixaram realmente surpresa, esse é um deles, junto com a Rainha Vermelha. Este livro é polemico por muitos motivos, e acredito que cada um terá uma experiência diferente lendo, eu fui uma delas que foi impactada, remexida, então justamente por isso que não fiz uma resenha detalhada, porque quero que vocês sintam o que senti ao chegar ao final desse livro, com lagrimas e mais lagrimas nos olhos. Pela surpresa, é que essa resenha é mais curta possível.

Onde Comprar: Saraiva, Lojas Americanas e Submarino.


A Diferença que fiz - Gutti Mendonça

Sobre o que é o livro: Você já ouviu por aí, aquela história do adolescente rebelde, o qual algum parente próximo morreu, próximo mesmo (pai/mãe) e a pessoa é revoltada né? Bem, a história desse livro começa mais ou menos por aí. Arthur Zannichelli, é um menino muito inteligente, mais que não está nem aí pra nada, vive se metendo em enrascadas, uma pior que a outra, e está sempre deixando o pai muito irritado, que é no caso um médico muito importante, e que faz de tudo pelo filho. É então que depois de um acidente o qual ele estava alcoolizado, e por ter ferido gravemente uma pessoa, o pai de Zani, o manda para um hospital o qual é dono, um hospital que cuida de crianças carentes e com câncer, com o intuito de lá ajudar as crianças a ficarem mais felizes. Comprometido a não deixar se abalar com tudo, Zani chega ao hospital revoltado, e da muito trabalho para o Doutor que cuida do hospital, e claro para as funcionárias, mais então ele começa a conhecer as crianças do hospital, e é justamente aí que a vida de Zani ganha um novo sentido.

Minha opinião: Sempre me surpreendo com os livros do Gutti, apesar dos anteriores não terem sido escrito apenas por ele, mais sempre tive aquele pequeno choque de realidade quando chego ao final, mais esse foi algo mais doloroso pra mim, o final é lindo com toda certeza, mais não deixa de ser triste. Porque estou indicando um livro triste? Porque apesar de toda a tristeza o livro me fez rir na mesma medida. E por isso o livro vale tanto à pena. Esse livro tem a capacidade, de te fazer olhar para o outro, com um novo olhar e só por isso já vale a pena ler.


Onde Comprar: Saraiva e Livrarias Cultura.


Cidades de Papel - John Green

Sobre o que é o livro: Quentin, ou melhor dizendo Q, é um menino que nunca teve aventuras na vida, sua vida se resume a amar a popular do colégio Margo, que por puro destino é sua vizinha, dois amigos desde a infância, Radar que tem os pais fascinados por Papais Noéis Negros, e Ben, um menino que só pensa em menina, sempre. 
Então no dia 5 de Maio, um dia que era pra ser normal, como sempre, acaba sendo louco, porque Margo entra no seu quarto pela janela, o convocando para a sua vingança contra todas as pessoas que ela julga serem más pessoas com ela, o namorado que traiu ela com a melhor amiga, o amigo do namorado dela, e a outra amiga que segundo ela, é cúmplice da história toda. 
Depois de muitas aventuras, inclusive de arrancar a sobrancelha do namorado do amigo, no outro dia, na aula ele descobre que Margo sumiu no mundo. Indignado, Q, acaba encontrando pistas de seu paradeiro, e é nessa bagunça sem fim que essa história fica muito maluca.



Minha opinião: É aquela, ou você odeia os livros do John Green ou você ama, eu sou da categoria que ama, apesar de algumas aventuras serem meio bobinhas, gosto muito do jeito que o John leva a história, não só essa, mais como todas, sempre aquela pitada engraçada, e claro, aquela parte que te faz rir, eu amo as histórias do John, então não tinha como não indicar ele. 

Onde comprar: Saraiva, Livrarias Cultura, Submarino e Lojas Americanas vive tendo promoção.

                                                ...

Para esse mês foi isso, espero que estejam gostando, tenho me dedicado bastante para ficar do jeito que quero, e que vá agradar a todo mundo, tenho feito edições bem diferentes e criado ideias, para que o DDLDD fique cada vez melhor, honestamente quando comecei o projeto pensei que ia abandonar logo na primeira semana, mais para a minha sorte, tenho recebido um retorno bem legal no Instagram, e isso tem me motivado a continuar, e vejamos só, já estamos indo para o quarto mês que estou fazendo o projeto, já que comecei em Fevereiro, por isso fiquem ligados aqui, e no instagram, porque tem muito mais coisa vindo pela frente, e para a felicidade de todo mundo, sorteio de livro também, então não saiam daqui. 

Beijos e abraços. 

Daniella Rodrigues 

Nenhum comentário:

Postar um comentário